Benefícios do Pinhão para a saúde

Crocantes, com textura de manteiga, agradavelmente doces e deliciosos, pinhões são pequenas sementes comestíveis do cone do pinheiro. 

As sementes de pinho são, de fato, uma fonte esplêndida de nutrientes derivadas da árvore, minerais essenciais, vitaminas e ácidos graxos monoinsaturados “amigáveis ​​com o coração” que ajudam a reduzir os níveis de colesterol no sangue.

Pertencem à família da Pinaceae, no gênero Pinus. Os pinheiros crescem principalmente nas florestas frias e taigas do hemisfério norte, particularmente na Sibéria e no Canadá. São enormes, retas e eretas árvores com um tronco grande que pode alcançar até 23 metros de altura com uma cobertura de fachada densa piramidal ou parecida a um guarda-chuva.

As duas espécies de pinheiros proeminentes conhecidas por suas grandes sementes comestíveis incluem Pinus sibirica e Pinus koraiensis. 

Os pinheiros ocidentais (de pedra) possuem amêndoas longas e finas em relação aos pinheiros orientais, nos quais as sementes são largas, grandes e possuem maior teor de gordura.

As nozes foram cultivadas há mais de 10.000 anos, sendo mencionadas na história da Grécia Antiga e ingeridas pelos soldados romanos como “comida de campanha” quando invadiram a Grã-Bretanha há dois milênios.

Os médicos egípcios foram registrados como prescrevendo pinhões para várias doenças, especificamente toses e problemas no peito. Um filósofo e estudioso da Pérsia, mesmo recomendado, comeu para ajudar a tratar os problemas da bexiga e aumentar a satisfação sexual.

Como árvore, os pinhões não são uma leguminosa, como o amendoim, mas sim uma fruta endurecida, como a amêndoa. Isto significa que depois de retirar as nozes dos cones de pinho, a casca exterior também deve ser removida antes de estarem prontas para comer. O pinhão é uma fonte popular de nutrição desde o Paleolítico. 

propriedades do pinhão

A noz de pinheiro é conhecida por vários nomes como nozes de cedro, nozes pinon, nozes pinyon e pignoli. É chamada chilgoza em Hindi. Sendo encontrada geralmente na Índia, no Paquistão e no Afeganistão. As sementes são pequenas e alongadas, medindo um a dois centímetros de comprimento.

Enquanto árvores de pinheiros são encontradas em quase todos os continentes, apenas 18 espécies da Europa, América do Norte e Ásia produzem pinhões suficientemente grandes para consumo humano.

Algumas das principais espécies de pinheiros e suas áreas cultivadas são:

  • Pinho coreano (Pinus koreaiensis) no Nordeste da Ásia.
  • Pinheiro Chilgoza (Pinus gerardiana) no Himalaias Ocidental.
  • Pinho da Sibéria (Pinus sibirica) na Sibéria
  • Pinho de pedra (Pinus pinea) na Europa.
  • Colorado pinyon (Pinus edulis) na América do Norte.
  • Pinyon mexicano (Pinus cembriodes) na América do Norte.

Os pinhões do mediterrâneo são menores em calorias, possuem conteúdo quase 10 vezes maior de ômega-3 e ômega-6. Tem os níveis mais altos de colesterol que reduzem os fitoesteróis entre todas as variedades e são cerca de 2,5 vezes maiores no valor da proteína.

Benefícios do Pinhão

Vamos ter uma ideia dos vários benefícios do pinhão cozido para a saúde.

  • Melhora a saúde cardiovascular – As nozes são ricas em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a reduzir o colesterol no sangue. O consumo regular de pinhão aumenta o colesterol positivo e reduz o colesterol ruim no organismo. O ácido oleico em pinhões ajuda o fígado a remover triglicerídeos do corpo. Também favorece um perfil lipídico sanguíneo saudável, prevenindo doenças das artérias coronárias e acidentes vasculares cerebrais.
  • Perda de peso – Comer um punhado de pinhões pode ajudar no gerenciamento de peso. Um estudo descobriu que trocar gorduras insaturadas saudáveis ​​por gorduras saturadas pode ajudá-lo a perder peso sem reduzir a ingestão de calorias. O pinhão é muito eficaz na extinção do apetite. O ácido pinolênico estimula CCK (colecistoquinina), um hormônio que sinaliza ao cérebro que o estômago está cheio. Isso limita o apetite, mantendo você cheio por mais tempo. Pinhões podem diminuir a ingestão de alimentos em 37%.
  • Antioxidantes – As nozes são extremamente ricas em antioxidantes. Esses antioxidantes matam radicais livres que incentivam o desenvolvimento de câncer e outros tipos de doenças. Também colabora com o corpo desenvolvendo a resistência contra agentes infecciosos e vírus. A noz do pinho é conhecida por sua capacidade de abrandar o processo de envelhecimento devido ao alto teor de antioxidantes.
  • Melhora a saúde dos olhos – As nozes de pinheiro contêm betacaroteno e antioxidantes, que são muito benéficos para a saúde dos olhos. A luteína em pinhões ajuda os olhos a filtrar a luz UV, evitando danos maculares. Também impede a nossa visão de se deteriorar com a idade.
  • Energia – O pinhão é uma excelente opção para lanchar à noite. Contém proteínas que fornecem uma fonte instantânea de energia. Também ajuda a reparar e construir os tecidos musculares. A proteína é um combustível de queima lenta e fornece um impulso de energia duradouro que não resulta em esgotamento. Também ajuda a melhorar o uso de oxigênio do corpo, aumentando os níveis de energia.
  • Saúde da pele – A vitamina E em pinhões é necessária para manter a integridade das membranas celulares. Também protege a pele dos raios UV prejudiciais. As propriedades hidratantes do óleo de pinheiro mantêm a pele bem hidratada.
  • São potenciais nutricionais – Uma única porção de pinhão pequeno pode fornecer-lhe até 14 gramas de proteína, dependendo da espécie. Os pinhões são de 10 a 34% de proteína. Eles também são uma excelente fonte de fibra, bem como vitaminas E, K e niacina. Em termos de minerais, eles são uma excelente fonte de magnésio e potássio, o que é importante para manter um coração saudável e pressão arterial.
  • Impede a constipação – Os bons níveis de fibra alimentar impedem a constipação e outros problemas digestivos, evitam riscos de câncer, menor risco de diabetes e problemas cardíacos.

Propriedades do Pinhão

Através da informação nutricional, você pode observar que uma porção de pinhões (cerca de 28,4 gramas) contém:

  • 191 calorias;
  • 19 gramas de gordura;
  • 169 miligramas de potássio;
  • 3,7 gramas de carboidratos;
  • 1 grama de fibra;
  • 3,9 gramas de proteína;
  • 1,6 miligramas de ferro;
  • 71 miligramas de magnésio;
  • 163 miligramas de fósforo;
  • 1,8 miligramas de zinco;
  • 1 miligramas de tiamina;
  • 06 miligramas de riboflavina / Vitamina B12;
  • 1,2 miligramas de niacina;
  • 2,7 miligramas de vitamina E;
  • 15,3 microgramas Vitamina K;

Como cozinhar Pinhão

Muitos observam sua textura e não fazem ideia do que ou como fazer pinhão. Deixam de aproveitar uma iguaria saborosa por não saber prepará-la. A partir do cozimento, pode-se dar outros destinos mais criativos ao pinhão, como o bolo ou, ainda, a paçoca de pinhão.

Comece selecionando os pinhões: prefira os que estiverem com as cascas mais reluzentes, em diversos tons de marrom e sem imperfeições, jogando fora os que não têm uma composição tão boa.

Lave bem e, depois, corte as pontas do pinhão, para ver se a polpa está branca. Jogue fora os pinhões que ficarem com a polpa mais escura, pois passaram do tempo.

Leve os pinhões para uma panela de pressão, cobrindo-os com água e deixe ao fogo. Quando a panela começar a “chiar”, espere as nozes cozinharem por 30 minutos. Apague o fogo, aguarde esfriar e então escoe. Descasque e é só servir!

Receita – Entrevero de Pinhão

Ingredientes:

  • 2 1/2 kg de pinhão cozido e descascado
  • 1 kg de carne suína
  • 1 kg de alcatra
  • 500 g de bacon
  • 1 kg de linguiça calabresa
  • 200 g de cebola de cabeça
  • 1 dente de alho
  • 5 colheres de molho shoyu
  • Sal a gosto
  • 6 colheres de óleo
  • 1/2 pimentão verde
  • 1/2 pimentão vermelho
  • 500 g de tomate
  • Tempero verde a gosto

Modo de Fazer:

Picar todos os ingredientes e colocar em uma panela de ferro. Colocar todas as carnes, o óleo e o sal e refogar por aproximadamente quinze minutos. Colocar todos os outros ingredientes e refogar por mais quinze minutos. Novamente, sempre mexendo.

Malefícios do Pinhão

Entre os benefícios e malefícios do pinhão, ele apresenta muito mais vantagens que contra indicações. Porém, é bom ficar atento para certos indícios que podem aparecer em alguns casos.

Existem vários casos relatados de percepção de sabor alterado (boca de pinheiro) após o consumo de pinhão. 

Ela aparece poucos dias depois de comer os pinhões e pode persistir até uma semana. No entanto, a boca de pinheiro é uma condição passageira, não faz mal e se resolve por conta própria sem qualquer sequela.

A alergia a pinhão pode ocorrer em alguns indivíduos sensíveis. Os sintomas da reação podem variar de simples coceiras cutâneas (urticária) a formas severas de manifestações anafiláticas, incluindo dificuldade respiratória, dor abdominal, vômitos e diarreia.Reações cruzadas também podem ocorrer com algumas outras nozes e frutas, especialmente membros da família Anacardiaceae, como mangas, castanha de caju, pistache, etc.

Pessoas que sabem ter reações alérgicas a estas nozes podem, portanto, ter cuidado ao comer.