Benefícios do Pó de Guaraná para a saúde

Extraído da semente de guaraná, o pó de guaraná é muito procurado por seus efeitos positivos em relação ao combate do cansaço crônico, à fadiga e ao estresse, sendo visto como uma alternativa para a substituição do café.

O pó de guaraná possui gosto amargo e é amplamente vendido nas chamadas lojas de produtos naturais. Entretanto, seu uso exige cuidados, pois, mesmo possuindo diversos benefícios para a nossa saúde, ao ser usado de forma não controlada, pode causar danos para o nosso corpo e, até mesmo, em alguns casos, ser letal.

Benefícios do pó de guaraná

O pó de guaraná possui diversos benefícios quando ingerido dentro das quantidades recomendadas e devidamente prescritas por um nutricionista, dentre elas:

  • Diminuição do cansaço e da fadiga crônica;
  • A melhora do desempeno físico em atividades de alta performance;
  • A melhora do humor;
  • Maior circulação sanguínea;
  • Aumento da resistência em situações de estresse físico e mental;
  • A melhora da concentração e do raciocínio;

É importante ressaltarmos também que tais efeitos ocorrem na maioria da população que ingere as quantidades corretas do pó de guaraná. Entretanto, cada organismo pode reagir de uma maneira ao pó de guaraná.

Propriedades do pó de guaraná

As propriedades presentes no pó de guaraná ainda estão sendo estudadas a fundo. Entretanto, sabemos que:

  • Ele possui uma grande quantidade de cafeína em sua composição.
  • A teobromina, componente presente também no chocolate, é encontrada no pó de guaraná e é uma das substâncias responsáveis pela produção de dopaminas no nosso organismo.
  • A semente da qual é feita o pó de guaraná possui um certo teor de gordura que, quando combinado com uma de suas substâncias, o ácido tânico, faz com que os efeitos do pó de guaraná durem mais tempo do que os do café.

Nutrientes do pó de guaraná

O pó de guaraná puro, por ser composto em sua grande maioria por cafeína, não possui nutrientes. É isento de macronutrientes, como proteínas, lipídios e carboidratos e de micronutrientes como o zinco, o ferro e o potássio.

Para que serve o pó de guaraná

O pó de guaraná pode ser utilizado para diversos fins, sendo amplamente procurado por pessoas que sofrem de fadiga e cansaço crônico. Em função de sua composição rica em cafeína, o pó de guaraná trabalha no sistema nervoso central como estimulante, liberando moléculas de dopamina, hormônio responsável por nos manter mais ativos e acordados.

O pó de guaraná pode também ser utilizado para auxiliar em processos de emagrecimento, na prevenção de doenças como a aterosclerose e o tromboembolismo e no tratamento de cefaleias.

A substância também pode ser usada como coadjuvante no tratamento para depressão, porém, devido ao fato de que, com o tempo, pode ir perdendo o efeito, é necessário que tenhamos cuido com os seus possíveis efeitos colaterais após a interrupção da sua utilização.

Como usar o pó de guaraná

Na composição do pó de guaraná, estima–se que, a cada 1 grama, haja cerca de 40 mg de cafeína presentes. Devemos saber que o uso recomendado de cafeína por dia é de no máximo 1 grama para que não tenhamos efeitos colaterais negativos. O consumo de cafeína entre 5 a 10 gramas por dia pode gerar efeitos letais para o organismo.

Devido a todos os cuidados necessários ao ingerirmos o pó de guaraná, aconselha-se que este seja usado apenas quando recomendado por um nutricionista.

Malefícios do pó de guaraná

Com o passar do tempo, conforme nosso organismo vai se acostumando a utilização do pó de guaraná como fonte de energia, ele vai deixando de fazer tanto efeito, logo, acabamos por tomar uma maior quantidade da substância para que o mesmo efeito inicial ocorra.

Porém, há um problema neste fato: por precisarmos de cada vez mais quantidade ao longo do tempo, pode ser que, em certo momento, assim como quando tomamos muito café, venhamos a desenvolver um vício nesta substância.

Efeitos colaterais do pó de guaraná

Há diversos efeitos colaterais presentes na utilização do pó de guaraná, devemos então, ter cuidado redobrado em relação aos seguintes possíveis efeitos:

  • Ao utilizarmos o pó de guaraná no período da noite, pode haver insônia.
  • Com seu consumo em momentos e quantidades adequadas, o principal efeito colateral notado é a sudorese. Entretanto, ao tomarmos a substância em excesso, pode haver efeitos mais graves, como: convulsões, tremores, náuseas, irritabilidade, diarreia, agitação, cefaleia ânsia de vomito e palpitações.
  • Caso venhamos a utilizar o pó de guaraná de forma contínua no nosso dia a dia, podem surgir os seguintes efeitos colaterais: ansiedade, cefaleia e irritabilidade.
  • Ao consumirmos o pó de guaraná com concentração de 1 grama de cafeína em sua composição, podemos notar efeitos nocivos para nossa saúde.
  • É contraindicado para gestantes e lactantes, visto que a cafeína pode afetar o desenvolvimento da criança.
  • Em pessoas com doenças cardiovasculares, úlcera gástrica, cefaleia crônica ou diabetes, o guaraná deve ser evitado ou usado com muita cautela.
  • Não deve ser utilizado por pessoas com quadros presentes de arritmias, podendo agravar os sintomas desta doença.
  • Pode causar diminuição do apetite.