Benefícios do Bacalhau para a saúde

O bacalhau é uma espécie de peixe bastante conhecido na cozinha portuguesa, sendo considerado um dos alimentos mais apreciados e consumidos pelos moradores de Portugal. Há mais de uma variedade de bacalhau conhecida, mas a espécie mais consumida por todos é a Gadus Marhua, que vive no mar frio do Atlântico do Norte.

Benefícios do Bacalhau para a saúde

Assim como outros peixes, o bacalhau é um alimento de fácil digestão. Ele é rico em proteínas que são de alto valor biológico, assim como de minerais e vitaminas do complexo B. O bacalhau também é considerado um peixe magro, cujo reservatório principal de gordura é o fígado, local de onde se extrai o óleo de fígado de bacalhau, importante fonte de vitaminas A e D. O alimento também é uma ótima fonte de ácidos gordos polinsaturados, como o ômega 3.

Principais benefícios do bacalhau

O bacalhau é um alimento rico em sais minerais e vitaminas que são indispensáveis para mantermos uma alimentação saudável. Entre as principais propriedades do bacalhau estão o baixo teor de gordura e o fato de ele ser rico em proteínas que possuem um alto valor biológico, além de altos valores nutricionais de vitaminas A, B6, B12 e E. Confira os principais nutrientes presentes no peixe e os seus benefícios para nossa saúde:

Principais benefícios do bacalhau
  • Ácidos graxos do ômega 3: eles possuem um efeito forte na proteção para a saúde do coração, assim como uma importante função de atuação no desenvolvimento do cérebro;
  • Ômega 3: estudos mostram que esse nutriente atua na proteção de doenças cardiovasculares, pois ele age melhorando o funcionamento dos músculos cardíacos e reduzindo o risco de um enfarto. Além disso, ele também atua reduzindo os níveis de triglicerídeos, mantendo os níveis de colesterol sob controle e diminuindo a tensão arterial. Outros benefícios do ômega 3 estão relacionados com a proteção à degeneração macula referente à idade e à sua propriedade anti-inflamatória, que auxilia nos ataques de asma, enxaquecas e artrite reumatóide e osteoporose. O nutriente também ajuda na melhora da concentração e da memória, aumenta a nossa motivação e auxilia na neutralização do estresse;
  • Vitamina A: apresenta funções como manter a saúde da visão, da pele e dos cabelos, fortalecer o sistema imunológico e garantir o bom funcionamento dos órgãos reprodutivos. Como ela é um antioxidante, também é importante para a prevenção do envelhecimento precoce e de doenças cardiovasculares;
  • Vitamina E: atua principalmente na proteção nas células do organismo, pois é considerada uma vitamina antioxidante. Além disso, também é conhecida como vitamina da fertilidade ou antiestéril, pois é indicada para mulheres que estão fazendo tratamento para engravidar. A vitamina E também auxilia na redução as dores menstruais e no aumento da energia muscular;
  • Vitaminas B: o bacalhau conta com doses de vitamina B6 e B12, ambas atuam na diminuição de homocisteína, uma proteína que, quando presente em níveis altos no organismo, aumenta o risco do desenvolvimento de doença coronária, AVC, ataque cardíaco ou Alzheimer. A vitamina B6 é essencial na absorção dos açúcares, gorduras e proteínas do corpo, assim como também é fundamental para o crescimento e desenvolvimento da pele, dos nervos e do nosso cérebro. Já a vitamina B12 é importante para o nosso metabolismo, pois ela auxilia na formação dos glóbulos vermelhos e na manutenção do nosso sistema nervoso central. Ela também ajuda o nosso sistema de imunização e no controle dos níveis de glicose no sangue;
  • Cálcio: é essencial para a construção dos nossos músculos e, além disso, também atua na contração e expansão nas nossas artérias, na secreção de enzimas e de hormônio e também no envio de mensagens ao nosso cérebro, por meio do sistema nervoso;
  • Magnésio: auxilia na contração muscular e no metabolismo energético;
  • Sódio: é considerado um eletrólito importante, pois atua na transmissão nervosa, além da contração muscular e no equilíbrio de fluídos no nosso organismo;
  • Fósforo: tem um papel essencial na formação dos nossos ossos e dentes, além de intervir também nas reações químicas em que a nossa energia é liberada;
  • Proteína: é fundamental para o bom funcionamento dos nossos músculos e para a reconstituição de partes do nosso corpo que estão exaustas após a prática de exercícios físicos ou atividades esportivas;
  • Niacina: auxilia na redução dos níveis do colesterol ruim. Logo, consumir bacalhau ajuda a regularizar o colesterol e, consequentemente, a diminuir as chances de desenvolver alguma doença cardiovascular.

Compra e preparo do bacalhau

O bacalhau normalmente é comercializado seco e salgado, mas é possível encontra-lo em mercados já demolhado e ultracongelado, assim como fresco em filetes e postas. O processo de secar e salgar o alimento é natural e não são adicionadas substâncias químicas nele, com isso, as propriedades naturais do bacalhau são preservadas.

Compra e preparo do bacalhau

Ao adquirirmos o bacalhau salgado, antes de consumir é necessário demolhá-lo para reduzir o seu alto teor de sódio. Além disso, durante o preparo, não é necessário acrescentar sal extra ao alimento. O período de demolho é de, no mínimo, 24 horas e, para pedaços mais grossos, 48 horas. Caso o bacalhau esteja desfiado, essas horas reduzem para seis.

Consumo de bacalhau

Assim como outros alimentos, o bacalhau pode ser consumido de forma saudável. O bacalhau cozido com batatas e legumes, seu formato mais tradicional e muito consumido na época do Natal, é um dos exemplos de receitas saudáveis utilizando o peixe. Ao incluirmos outros produtos, como maionese, nata ou manteiga, modificamos o valor calórico do alimento. Por isso, o indicado é optar por formas de preparo que privilegiem o valor nutricional, como é o caso dos assados, grelhados ou cozidos.

Atualmente, há diferentes maneiras de preparar o bacalhau, entre as opções mais saudáveis e conhecidas estão o peixe assado com clara em neve, com grão-de-bico, o bolinho assado de bacalhau, o bacalhau com batatas ao murro, a salada de bifum com bacalhau, berinjela recheada com bacalhau e a tapioca de bacalhau.

Receita de bolinho de bacalhau assado:

Ao retirar a fritura do bolinho de bacalhau, ele se torna mais saudável. Para preparar o prato, que rende em torno de 30 unidades, é necessário 500g de bacalhau seco, uma cebola picada, uma colher de sopa de azeite, 500g de batata cozida e amassada, um ovo, duas colheres de sopa de salsa picada, meia colher de café com pimenta do reino, uma xícara de cebolinha, uma xícara de chá de farinha de trigo e uma colher de sopa de óleo ou de azeite para pincelar.

O primeiro passo é demolhar o bacalhau, deixando ele de molho na água por 24 horas, na geladeira. Após esse período, escorra a água e desfie o peixe. Em seguia, refogue a cebola no azeite e acrescente o bacalhau. Fique mexendo por cerca de cinco minutos e retire. Depois, misture o ovo, a batata, a salsa, a farinha de trigo e o bacalhau refogado em um recipiente. Unte as mãos com o azeite ou o óleo e faça os bolinhos com a mistura. Coloque-os em uma assadeira, de preferência antiaderente, e pincele com óleo ou azeite. Leve a forma ao forno quente, a 200ºC, por uns 30 minutos.

Receita de bacalhau à portuguesa:

A receita de bacalhau à portuguesa é bastante tradicional no país europeu e muito consumida na época do Natal. Para prepará-la será necessário um quilo de bacalhau dessalgado e cortado em pedaços médios, 500 gramas de batatas laminadas, três cebolas médias, três pimentões (sendo um de cada cor), cinco tomates sem pele e cortado em fatia, 100g de azeitonas pretas grandes, quatro ovos cozidos e cortados ao meio, um ramo de tomilho, cheiro-verde picado a gosto e azeito de oliva extra virgem a gosto.

Primeiro, em uma tigela refratária, coloque as batatas laminadas cobrindo todo o fundo. Em seguida, faça camadas usando o bacalhau, os pimentões, os tomates e as cebolas, de maneira aleatória e até acabarem os ingredientes. Finalize o prato colocando as azeitonas e os pimentões na parte de cima. Em seguida, regue o refratário com azeite de oliva extra virgem e leve a forno para passar durante 30 minutos, em fogo alto. Após assado, salpique cheiro-verde a gosto e coloque os ovos cortados. O indicado é servir o prato acompanhado de arroz branco.