Benefícios da Tilápia para a saúde

A tilápia (nome científico Pseudocrenilabrinae) é um peixe de água doce que tem o continente africano como local de origem. Atualmente, ele pode ser encontrado também na América do Sul e na América do Norte. No peixe tilápia, características gerais da espécie são a presença de pequenos dentes, uma nadadeira dorsal dividida em duas partes e a coloração geral em cor cinza azulada (apesar de também ser encontrada em outras tonalidades).

Benefícios da Tilápia para a saúde

A reprodução acontece facilmente e o crescimento dessa espécie é rápida. Apesar de serem peixes originalmente de água doce, podem se adaptar à água salgada. Eles se alimentam principalmente de plantas aquáticas flutuantes e podem ser mantidos facilmente em aquários. Sobre a tilápia, espécies representativas que podem ser citadas são a tilápia azul, tilápia do Nilo, tilapa-zebra e tilapa-de-moçambique. Ao todo, os tipos de tilapia ultrapassam a quantidade de 100 espécies.

Esse peixe é o segundo mais consumido no mundo todo, apenas perdendo para as carpas. A tilápia é um dos primeiros peixes a ser criado em aquicultura, que consiste na criação de seres aquáticos com a finalidade de consumo humano. Sua carne possui uma textura leve e é muito saborosa, sendo por isso um peixe muito apreciado em diversas partes do mundo. No Brasil, a região Sudeste é onde a pesca artesanal é mais comum, principalmente no Estado de Minas Gerais.

As propriedades da tilápia incluem o ômega 3, selênio, potássio, fósforo, niacina, vitaminas do complexo B, vitamina C, e vitamina E. O cálcio, cobalto e iodo também são encontrados nesse peixe. Além disso, a quantidade de proteínas é muito generosa, já que uma porção da tilápia corresponde a 15% do que é recomendado para o nosso consumo diário.

O seu uso na culinária é bem versátil, já que esse peixe pode ser frito, grelhado, cozido ou assado. Além disso, é econômico, pode acompanhar os mais variados molhos e apresenta uma fácil digestão.

As melhores formas de consumir a tilápia é assada, grelhada ou cozida. Fritar não é uma boa opção devido à baixa quantidade de gordura nesse peixe. Caso deseje fritar, o recomendado é não usar óleo de coco, pois dessa forma perderá suas propriedades no processo de aquecimento.

O consumo da tilápia não deve ser feito de forma exagerada, pois ela pode conter toxinas que são absorvidas pelo seu corpo através da água. Por esse motivo, é importante conhecer a procedência do peixe no momento da compra para verificar se ele vem de áreas em que existe a regulação da qualidade da pesca.

Benefícios da tilápia

Na hora de comprar, verifique se a tilápia possui um odor agradável. Se apresentar um cheiro forte e desagradável significa que o peixe não é fresco. O peixe fresco tem os olhos brilhantes e carne rosada. Por essa razão, se apresentar olhos sem brilho, brânquias acinzentadas e aspecto viscoso, não é ideal para o consumo humano.

Outra dica é pressionar levemente a tilápia com o dedo. Se o peixe voltar imediatamente à sua forma anterior, sem apresentar vestígios de que foi tocado, quer dizer que está fresco.

Benefícios da tilápia

Entre os benefícios da tilápia estão a manutenção da atividade metabólica de diversos sistemas de órgãos, além do reparo das células, crescimento muscular redução de processos inflamatórios e auxílio do desenvolvimento cerebral. Veja mais dos seus benefícios a seguir.

  • Faz bem para o coração

Com base em pesquisas recentes, o ômega 3 (encontrado em abundância na tilápia)faz com que seja melhorado o sistema cardiovascular, reduzindo a pressão arterial e os níveis de colesterol.

O ômega 3 é um tipo de gordura boa que é responsável pela diminuição da gordura considerada ruim que se prende nas paredes dos vasos sanguíneos. Isso ajuda na prevenção de ataques do coração, aterosclerose e o AVC (acidente vascular cerebral).

A tilápia também contém potássio, que é um componente que ajuda no controle da pressão arterial. O motivo é porque o potássio tem uma ação vasodilatadora, que evita que os vasos sanguíneos sejam obstruindo pelas placas de gordura.

  • Melhora a saúde cerebral

O potássio é um nutriente importante para manter as funções cerebrais, pois auxilia o fluxo de oxigênio para o cérebro e mantém os tecidos cerebrais mais saudáveis. Outra função relacionada ao potássio é que o seu consumo facilita a passagem de informações pelo sistema nervoso, fazendo com que os pensamentos ocorram com maior clareza.

Isso sem falar no ômega 3, que ajuda a manter a memória mais ativa e também é uma aliada em relação à concentração. Isso acontece porque esse componente mantém as funções neurológicas mais ativas. Por essa razão, comer tilápia ajuda a prevenir doenças degenerativas, como no caso do Alzheimer e o Parkison.

  • Contribui para o emagrecimento

Quem deseja emagrecer pode se beneficiar da tilápia, que é um peixe que apresenta uma baixa quantidade de calorias e é rico em proteínas. Isso contribui para reduzir a sensação de fome e, consequentemente, a ingestão de calorias.

De acordo com especialistas, se comparada a outros peixes, a tilápia é um dos que apresentam a maior quantidade de proteínas, aliada a uma baixa quantidade de gordura, o que faz com que o seu valor calórico seja menor.

  • Ajuda a tratar a tireoide

O selênio encontrado na tilápia mostrou-se eficaz para o tratamento de pessoas que apresentam o quadro de tireoide. Isso porque esse componente faz com que a glândula tireoide seja regulada, melhorando também as funções hormonais e melhorando o metabolismo.

  • Protege a saúde dos ossos

A tilápia é ótima para manter os ossos saudável, pois contém uma elevada quantidade de fósforo, mineral que é essencial para essa finalidade. O fósforo atua na construção e no fortalecimento ósseo, além de beneficiar o desenvolvimento do corpo.

Por esse motivo, comer tilápia é recomendado para a prevenção de doenças como osteoporose, que é provocada pela redução da densidade óssea na velhice, o que deixa os ossos mais porosos e quebradiços. Além disso, também deixa as unhas e os dentes mais resistentes.

  • Contribui para o ganho de massa muscular

Quem pratica musculação é bom incluir a tilápia na alimentação, pois ela possui uma elevada quantidade de proteínas. A proteína atua na formação dos tecidos do corpo e também ajuda em sua reconstrução. Isso é um fator fundamental para as pessoas que praticam sessões de treino intensivo, que acaba lesionando as fibras musculares.

Por esse motivo, consumir a tilápia ajuda a reconstruir essas fibras de forma mais rápida, deixando o corpo melhor preparado para a próxima sessão de treinos.

  • Contribui para a prevenção do câncer

Assim como a grande maioria dos peixes, a tilápia é rica em selênio, que previne o estresse oxidativo e ajuda a minimizar os efeitos dos radicais livres no corpo. Esses fatores são importantes para a prevenção do câncer, evitando que as células saudáveis acabem sofrendo mutações e se tornem cancerígenas.

Além disso, estudos mais aprofundados com o selênio mostraram que ele tem efeito muito positivo para reduzir os riscos de desenvolver o câncer de próstata.

  • Combate o envelhecimento precoce

Esse peixe contém um alto teor de vitamina C e vitamina E, que são essenciais para manter o aspecto saudável e boa aparência da pele. A tilápia é também rica em antioxidantes, que reduz a ação dos radicais livres, componentes prejudiciais ao corpo que são responsáveis por acelerar o envelhecimento.

Além disso, alguns sinais típicos do envelhecimento, como o surgimento de rugas, flacidez e manchas na pele acabam sendo minimizados pelo consumo desse peixe.

Receitas com tilápia

Aprenda como preparar duas receitas muito saborosas que usam a tilápia.

Ceviche de tilápia

Ingredientes

  • 500g de filé de tilápia
  • 1 cebola roxa
  • 2 tomates
  • 1 pimenta dedo-de-moça
  • 5 limões
  • Folhas de coentro ou salsa a gosto
  • Azeite a gosto
  • Sal a gosto

Modo de preparo

  1. Para começar, pique a tilápia filé em pequenos cubos e coloque em um recipiente.
  2. Corte a cebola e a pimenta em fatias bem finas e adicione ao peixe, temperando com o sal.
  3. Misture bem os ingredientes e adicione o suco dos limões.
  4. Leve para a geladeira, deixando por cerca de 1 hora.
  5. No momento em que for servir, adicione o tomate cortado em cubos, o coentro e um fio de azeite.
  6. O ceviche de tilápia pode ser servido com pão, torradas ou bolachas salgadas.

Filé de tilápia grelhado

Ingredientes

  • 1 kg de tilápia
  • 4 limões
  • 1 lata de creme de leite
  • Cebolinha e salsinha
  • Coentro
  • 1 sachê de tempero pronto em pó (ou Sazón vermelho)
  • Azeite
  • Pimenta-do-reino
  • Sal a gosto

Modo de preparo

  1. Em um recipiente, esprema 2 dos limões e coloque uma pitada de pimenta-do-reino e sal a gosto.
  2. Acrescente o filé de peixe já temperado e deixe descansar por 20 minutos.
  3. Coloque no liquidificador o creme de leite, coentro, 2 limões, coentro, cebolinha e salsa. Bata até que se forme uma massa de consistência pastosa.
  4. Despeje 1 colher de azeite numa frigideira para fritar cada um dos filés de tilápia. Deixe apenas que os filés fiquem grelhados, ou seja, dourando os dois lados.
  5. Depois de grelhar, coloque num prato e despeje a pasta sobre o filé de tilápia.
  6. Sirva logo a seguir, de preferência com arroz.