Benefícios da Lagosta para a saúde

Lagosta é o nome comum dado a uma variedade de espécies de crustáceos que têm em comum as antenas longas e os pés em forma de leque e que podem atingir um tamanho razoavelmente grande, com peso superior a 1 kg.

Benefícios da Lagosta para a saúde

Esses frutos do mar têm origem do Atlântico Norte, onde são bastante populares, mas a lagosta é exportada para vários lugares do mundo em que são consideradas alimentos de luxo. Deliciosa e presente em diversos pratos chiques, sua carne tem um preço bem elevado.

Como a grande maioria dos peixes e frutos do mar, a lagosta tem carne branca, considerada mais saudável que a carne vermelha. Rica em proteínas e minerais, a carne de lagosta possui nutrientes benéficos para o organismo.

Calorias da lagosta

Apesar de todos os benefícios da lagosta, no quesito quantidade de calorias, a lagosta tem 112 kcal por 100 gramas do alimento cru. Dentre os frutos do mar, é a campeã em calorias, seguida do camarão de do siri. Por isso, se consumida em excesso, a lagosta engorda.

Propriedades da lagosta

A lagosta, dentre os frutos do mar, é um dos alimentos que mais possuem calorias: 112 calorias em 100 gramas. Mesmo assim, são menos calorias que a mesma porção de carne vermelha.

A carne de lagosta é rica em minerais como cálcio, potássio, magnésio e ferro, que são benéficos para diversas funções do organismo. Possui também vitamina A, C, e do complexo B. A cada 100 gramas de carne de lagosta, temos: 1,9 gramas de gorduras totais; 0,3 g gorduras saturadas; 0,8 g poli-insaturadas; 0,4g monoinsaturadas; 90mg de colesterol; 227mg de sódio; 208mg de potássio; 63mg de cálcio; 1,4 mg de ferro; 51mg de magnésio; 20 IU de Vitamina A; 2,1 mg de vitamina C; 0,2 mg de vitamina B6; 4 µg de vitamina B12; 3,1 g de carboidrato e 26g de proteína.

Benefícios da Lagosta

  • Benéfica para o coração: a lagosta, assim como alguns peixes e frutos do mar possui grandes quantidades de ômega 3 e ômega 6, que ajudam a regular o colesterol e prevenir a inflamação e aterosclerose.
  • Benéfica para o sistema nervoso: a lagosta possui vitaminas do complexo B, em especial a vitamina B12, que é diretamente relacionada com a manutenção da integridade do nervo e mantem seu sistema nervoso funcionando adequadamente.
  • Pode auxiliar na perda de peso: a carne de lagosta possui um alto teor de proteína e baixo teor de gordura quando comparada com a carne vermelha, por isso, seu consumo moderado pode auxiliar na perda de peso, uma vez que satisfaz e fornece nutrientes benéficos para o corpo e para construção de tecidos como os músculos.
  • Benéfica para os músculos e na produção de energia: a lagosta é fonte de proteínas e fornece aminoácidos para a reparar e construir novos tecidos. Para garantir o crescimento muscular, é necessária a ingestão de proteínas. A proteína também pode nos fornecer um impulso energético e garantir uma dose extra de energia.
  • Benéfica para a saúde dos ossos: a lagosta possui cálcio e fósforo, minerais fundamentais para a manutenção da saúde dos ossos e dentes. O consumo de lagosta ajuda a prevenir problemas como osteoporose e ossos fracos decorrente da idade avançada.

Apesar de todos esses benefícios, se consumida em excesso, a lagosta faz mal. É que embora possua pouca gordura, a lagosta, assim como o camarão e a ostra, é rica em colesterol e pessoas que já possuem a taxa de colesterol alta devem evitar seu consumo. A recomendação é que se limite o consumo desses frutos do mar a cerca de 100 gramas duas vezes por semana.

Outro ponto que pode ser maléfico é que 2 a 5% da população tem alergia a camarão e outros frutos do mar. Esse tipo de alergia é uma das mais comuns. Se não é esse seu caso, é só não exagerar na quantidade e se beneficiar com o consumo da lagosta.

Como preparar lagosta

Muito deliciosa e nutritiva, a ideia de preparar e comer lagosta pode parecer intimidante para algumas pessoas, mas na verdade seu preparo não tem muito mistério. Existem diversas formas de preparar lagosta, e a mais popular e simples é a cozida.

Diferente de muitos outros tipos de carnes, a lagosta não é tratada antes de seu cozimento. O correto é colocá-la inteira em uma panela com água e o tempo de cozimento é rápido, cerca de 10 minutos para 1 quilo de lagosta.

Uma dica para ter uma carne mais macia é, antes de cozinhar, colocar um palito de churrasco que atravesse o animal inteiro, desse modo, a calda não entorta e fica macia. Quando se prepara a lagosta inteira, as partes que mais se consomem são a calda e as garras, mas algumas pessoas também comem as outras partes.

A seguir, apresentamos uma receita de lagosta deliciosa, nutritiva e super fácil de preparar.

Lagosta no azeite de oliva

Ingredientes:

  • 1 cauda de lagosta com aproximadamente 300g
  • 3 dentes de alho
  • 1 colher de cafezinho de sal
  • Azeite de oliva
  • 1 limão para lavar a lagosta
  • 1 colher de sobremesa rasa de salsa picada
  • 1 colher de sopa de manteiga com sal

Modo de preparo:

Limpe a lagosta tirando a tripa da cauda e a cartilagem da barriga. Algumas já são vendidas sem a tripa. Coloque a cauda da lagosta na água com limão para lavar por 5 minutos. Após esse tempo, retire a lagosta, deixe escorrer e seque com papel toalha. Espete um palito de churrasco de uma ponta a outra na cauda para que ela fique reta.

Numa panela, coloque o azeite de oliva, dois dentes de alho inteiros e descascados, sal e espere esquentar. Com o azeite quente, coloque a cauda da lagosta com a casca para baixo até a casca ficar vermelha. Vire a carne para baixo, espere uns 2 minutos e vire a carne para cima outra vez.

Esprema 1 dente de alho e 1 colher de sopa de manteiga e coloque numa panela em fogo baixo. Acrescente a salsa e reserve. Este é o molho que você irá regar a lagosta.

Retire a lagosta do fogo, regue com o molho preparado anteriormente e sirva.

Como comer lagosta

Agora que você já viu que preparar a lagosta não tem muito mistério, vamos desvendar como comer a lagosta, e aqui a dica é conhecer as ferramentas e usar as mãos.

Quando pedimos uma lagosta inteira no restaurante, ela é servida com algumas ferramentas para facilitar o consumo: um rachador de garra de lagosta, que é semelhante a um quebrador de nozes que é usado para quebrar a dura casca da lagosta e alcançar sua carne; um garfo pequeno de metal usado para retirar a carne nas fendas do animal; um prato para armazenar os pedaços da casca da lagosta e lenços de mão para que você possa limpar seus dedos após a refeição.

Para começar a comer a lagosta, primeiro torça e remova as garras. Puxando-as para baixo, quebre as garras nas juntas e use o quebrador para alcançar a carne e coma-a com o auxílio do garfo.

Corte a cauda e puxe a casca para alcançar o grande pedaço de carne dela. Descarte todos os pedaços de casca e cartilagem na refeição. Quando retirar as garras, caudas e pernas, faça cortes na parte debaixo do corpo da lagosta e remova a casca para que se alcance a carne dessa região.