Benefícios da Graviola para a saúde

A graviola é uma fruta nativa da região das Antilhas. É uma fruta grande, com formato oval e casca de coloração esverdeada, com algumas espinhas. Sua polpa é branca e seu gosto é agridoce.

Mas, resultados de pesquisas sobre as propriedades da graviola comprovaram que a mesma possui uma série de características medicinais.

Em virtude disso, hoje em dia, a fruta é usada de diversas outras maneiras, como o chá de folha graviola e a graviola em cápsulas, por exemplo, para que as pessoas possam aproveitar dos benefícios que a mesma traz para a saúde.

graviola propriedades

Aqui, você conhecerá os benefícios da graviola para a saúde, confira:

Graviola fruta

A fruta graviola tem baixa caloria, com menos de 62 kcal por 100 g da mesma, segundo o que consta na Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. Com 0,8g de proteína a cada 100 g, ela pode ser considerada com um bom aporte se comparada com outras frutas.

Também pode ser considerada uma boa fonte de carboidrato, contando com 1,9 g a cada 100 g da fibra alimentar.

Além disso, a graviola é uma boa fonte dos seguintes minerais e vitaminas:

  • Cálcio;
  • Magnésio;
  • Manganês;
  • Potássio;
  • Vitamina B1;
  • Vitamina B2;
  • Vitamina B6;

A composição da fruta também está associada à perda de peso, o que significa que o consumo de graviola emagrece, ou melhor, auxilia no emagrecimento se realizado juntamente com outras medidas.

Isso porque, além de ter um baixo teor calórico, ela possui muitas fibras, o que ajuda a aumentar a sensação de saciedade.

Benefícios da graviola

A ciência aponta uma série de benefícios da graviola para a saúde, tais como:

  • Protege o coração

Com propriedades hipotensoras, vasodilatadoras, antiespasmódicas e sedativas, a fruta ajuda a controlar a pressão arterial e a desacelerar o ritmo cardíaco;

  • Ação anti-inflamatória

Ajuda a inibir processos inflamatórios no corpo, além de auxiliar no tratamento de artrite, inchaços e dores nas articulações;

  • Mais benefícios

Também estão entre as propriedades da graviola: ação antibacteriana e antifúngica, ação vermífuga, ação emética, ação analgésica, ação anticonvulsivante, estimulante digestivo e tonificação dos músculos cardíacos;

  • Ajuda a tratar o câncer

Alguns estudos recentes demonstram que a fruta pode ser um remédio contra o câncer em virtude de suas propriedades de proteção das células e funciona na destruição de células cancerígenas multirresistentes.

O uso da graviola contra o câncer pode estar relacionado aos compostos antioxidantes potentes que estão presentes na composição da fruta, como a acetogenina.

Graviola fruta: como comer

Vamos falar agora sobre como consumir a graviola para aproveitar seus benefícios.

Portadores de diabetes podem consumir a fruta, que é rica em fibras. Dessa forma, auxilia a tornar a absorção de glicose no organismo mais lenta, o que faz com que o nível da mesma no sangue se mantenha sob controle.

Entretanto, como é o caso de qualquer fruta, essas pessoas devem estar atentas para o horário e para a quantidade que consomem.

A fruta pode ser consumida de diferentes formas: graviola in natura, suco de graviola, chá de graviola, chá de folha de graviola e a graviola em cápsulas.

suco de graviola

É importante ressaltar, porém, que no caso das cápsulas e do chá de folha de graviola, é preciso obter a orientação de um médico para que ele possa determinar as porções que devem ser consumidas diariamente.

A melhor opção de para se ingerir a graviola é consumindo a fruta in natura, preferencialmente, uma vez que, dessa forma, suas fibras são melhor preservadas, conferindo uma maior sensação de saciedade.

Neste caso, a recomendação é comer meia unidade de uma fruta de tamanho médio por dia, o que é equivalente a uma porção.

Em relação a contraindicações, o consumo da fruta não é indicado para:

  • Pessoas com caxumba e com afta ou ferimentos na região da boca, em virtude do seu alto nível de acidez;
  • Por suas propriedades sedativas e calmantes, pessoas que sofrem de hipotensão devem evitá-la;
  • Mulheres grávidas também devem evitar a ingestão da fruta, pois ela aumenta o risco da ocorrência de aborto;

Para ter certeza de que o consumo da fruta é seguro para você, consulte um nutricionista, pois que cada pessoa tem suas próprias características bioquímicas e de sensibilidade para os alimentos diversas.

graviola

Cultivo da graviola

Se você quer plantar um pé de graviola para consumo próprio ou mesmo para comercializar os frutos, separamos para você algumas informações abaixo sobre o cultivo da graviola. Confira:

  • O solo a ser usado deve ter textura leve, ser profundo, bem drenado e arejado, embora possa ser plantada em qualquer tipo de solo;
  • Os melhores resultados são observados em solos com um teor alto de matéria orgânica e a acidez do solo deverá ser corrigida;
  • O espaçamento recomendado entre um pé de graviola e outro deve ser de 4 x 4 m a 8 x 8 m, dependendo de fatores como tipo de solo, a tecnologia usada para o plantio, a topografia, as condições climáticas, entre outros;
  • O tamanho das covas deve ser de 60 x 60 x 60 cm em média, e as mesmas devem ser abertas aproximadamente 30 dias antes do plantio;
  • O clima ideal é aquele com temperaturas entre os 21 ºC e os 30 ºC;
  • A fruta pode ser plantada em pomares caseiros;
  • A colheita poderá ocorrer cerca de 12 meses após à enxertia ou de 5 a 6 meses depois da abertura das flores da graviola árvore;
  • É recomendado que os primeiros frutos sejam descartados para preservar o vigor da muda por um período de tempo maior;
  • As frutas podem ser colhidas de forma manual, mas se colhidas ainda verdes, podem ficar ácidas e com gosto amargo;
  • O ideal é fazer a colheita na fase em que a casca da fruta passa do verde escuro para o claro e os espinhos quebram de forma fácil;
  • A produção plena pode demorar de 4 a 5 anos, entretanto, durante esse tempo, é possível cultivar outras plantas em sistema intercalado, algumas sugestões para isso são hortaliças, feijão, maracujá, mamão e abacaxi;
  • Em geral, é possível encontrar mudas de pé-franco a 2 reais e mudas enxertadas a 5 reais. Os preços podem variar de acordo com a região;

Como fazer suco e o chá de graviola

Aprenda na receita abaixo como fazer suco de graviola:

Você vai precisar de:

  • 1 litro de água;
  • 1 graviola média ou grande;
  • 1 xícara de açúcar mascavo;
  • Gelo a gosto;

Para fazer o suco graviola siga os seguintes passos:

  • Separe os ingredientes e descasque a fruta. Para que seja mais fácil coar o suco, corte a fruta ao meio e tire as sementes usando uma colher e o miolo, que contém mais fibras. Dispense o que foi retirado;
  • Depois, junte a água, o açúcar mascavo e a fruta e bata no liquidificador por cerca de 1 ou 2 minutos;
  • Depois disso, o suco vai estar pronto. Se quiser, pode coar antes de servir e adicionar gelo para deixar o suco mais refrescante;

A fruta tem um gosto bastante doce naturalmente, por isso, se quiser, pode dispensar o uso do açúcar para fazer o suco. Para isso, você pode usar uma fruta um pouco mais madura.

Veja agora como fazer graviola chá:

Você vai precisar de:

  • 6 folhas de graviola árvore;
  • 1 litro de água;

O modo de preparo é o seguinte:

  • Ferva a água;
  • Adicione as folhas;
  • Desligue o fogo;
  • Abafe a mistura por cerca de 15 minutos;
  • Coe e sirva, de preferência, sem adoçar o chá;

Podem ser apontados como benefícios de consumir o chá das folhas dessa fruta o combate de doenças como a artrite, a asma, a diabetes, a depressão, a hipertensão, problemas inflamatórios, vermes, insônia, doenças no fígado, enxaqueca, gripe e colesterol alto.

Além disso, pode ser usado para ajudar no tratamento da diarreia e para a diminuição do catarro, além de cólicas e nevralgia.

Entretanto, atualmente, o que mais têm feito com que as pessoas aumentem o consumo desse chá é o fato de que foi divulgado por pesquisas médicas recentemente que é possível usar a graviola contra o câncer.

Segundo essas pesquisas, as folhas da fruta ajudam a combater as células cancerígenas em virtude da aceptamina, um princípio ativo que pode ser encontrado na mesma.

É importante ressaltar que os resultados foram conclusivos em animais, mas ainda não há nada de muito concreto que aponte que a graviola cura câncer no caso de humanos.

 

Artigos Relacionados

Benefícios e Propriedades da Jaca

Benefícios e Propriedades do Mangostão

Benefícios e Propriedades da Pitaya

Benefícios e Propriedades do Sapoti

Benefícios e Propriedades do Maracujá

Benefícios e Propriedades da Goiaba

Benefícios e Propriedades da Acerola

Benefícios e Propriedades da Lichia

Benefícios e Propriedades da Carambola

Benefícios e Propriedades do Rambutão

Benefícios e Propriedades do Caimito

Benefícios e Propriedades do Salak

Benefícios e Propriedades do Guaraná

Benefícios e Propriedades do Longan