Benefícios do Açúcar para a saúde

O açúcar é o nome que genericamente atribui-se a carboidratos comestíveis. É um produto doce com paladar agradável. Os açúcares mais comuns são a sacarose, a glicose, a lactose e a frutose. A principal característica deste grupo de alimentos é o sabor adocicado.

benefícios do açúcar

Costumeiramente, quando nos referimentos à palavra açúcar, estamos levando em consideração apenas a sacarose, excluindo outros tipos de açúcar como a glicose, a lactose e a frutose. Normalmente, na culinária, os açúcares do tipo polióis não são levados em consideração, sendo somente os monossacarídeos e dissacarídeos contados como açúcares.

O produto de açúcar mais consumido no mundo é o açúcar branco refinado. Ele é mais barato que os outros tipos de açúcar e seu consumo é muito incentivado pela indústria alimentícia. Por possui valor reduzido, é muito utilizado na produção de sorvetes, bolos, pães, tortas, biscoitos e compotas.

O açúcar é um produto de origem indiana. Este produto começou a circular fora da Índia na época do imperador macedônico Alexandre, o Grande, quando um general ficou encarregado de explorar a Índia Oriental. Chegando na região, observou que os nativos tinham o costume de consumir o suco de cana fermentado. Este suco parecia uma espécie de mel, mas que não necessitava de abelhas para sua produção. Os estrangeiros começaram a chamar aquela bebida de sal indiano.

Como era um produto estrangeiro, possuía um valor muito alto e, por isso, era pouco consumido, sendo utilizado apenas para conservar alimentos e para produção de remédios. Em meados do século VII, este suco começou a tomar a forma que conhecemos hoje. Por volta de 650, descobriu-se uma maneira de transportar este açúcar mais facilmente, através do seu refinamento.

Os árabes levaram as mudas para outras regiões e, depois, com as cruzadas, as mudas se espalharam pela Europa. Com as grandes navegações, esta planta se espalhou pelo mundo, adaptando-se muito bem ao clima do Brasil.

Tipos de açúcar

Apesar de sempre relacionarmos a palavra açúcar ao açúcar branco e refinado, existem outras formas de açúcar como a glicose, a ribose, a frutose, a lactose, a maltose, a sucalose e a melitose que são entrados nos mais diversos tipos de alimentos.

Benefícios do açúcar

Apesar de muito crucificado, o açúcar também possui benefícios se utilizado de forma moderada. O açúcar, de forma geral (frutose, sacarose…), é muito importante para vida. É através dele que obtemos energia para realizar atividades cotidianas. Quando os níveis de açúcar baixam muito no sangue (hipoglicemia), sentimos cefaleias, vertigens, desmaios, cansaço e sono.

O problema está no seu consumo em excesso, o que acarreta em inúmeros problemas para a saúde, principalmente quando se leva em conta o tipo de açúcar. Sobre este tópico falaremos mais a frente.

Uma das propriedades do açúcar é o seu poder de auxiliar na proliferação de bactérias do tipo Bifidobactérias e Lactobacillus sp. que são importantíssimas para uma flora intestinal saudável, eliminando bactérias nocivas como a Escherichiacoli e Clostridium. O açúcar também é rico em minerais como o cálcio, fósforo, ferro, cloro, potássio, sódio, magnésio e vitaminas do complexo B.

Contudo, conforme falado anteriormente, o açúcar branco não é muito saudável. Ele é pobre em minerais e vitaminas. O ideal para se manter saudável é consumir açúcar de outras fontes que não seja o branco, como frutas, leites e tubérculos.

Nutrientes do açúcar

O açúcar em sua forma refinada é pobre em nutrientes. Após todo o processamento do açúcar para deixá-lo branco, os nutrientes, assim como a sua cor, vão embora. Cada 100g desse produto dispõe de 386 kcal, sendo 99,5g de carboidratos; 0,3g de proteína; 3,5mg de cálcio; 0,6mg de magnésio; 0,1mg de ferro; 6,4mg de potássio e 12,2mg de sódio.

Contudo, sua forma bruta (sem o processo de refinamento) possui mais nutrientes. Cada 100g de açúcar mascavo existem 377 kcal, sendo 94g de carboidrato; 0,8 de proteína; 0,1g de lipídios; 126,5mg de cálcio; 2mg de manganês; 80mg de magnésio; 38,2mg de fósforo e 521,6mg de potássio. Também possui sódio, cobre e zinco.

Malefícios do açúcar

Muitos estudos foram realizados nos últimos 20 anos sobre o açúcar. Diversos destes vêm condenando veementemente o consumo do açúcar branco por trazer inúmeros malefícios para o organismo. Estes estudos focaram no consumo do açúcar branco, desconsiderando aqueles provenientes de frutas ou do leite.

Como já falando, este produto não possui quantidades significativas de nutrientes e recebe muitos aditivos químicos durante o processo de industrialização que são prejudiciais ao corpo.

Segundo especialistas, o açúcar refinado pode ser comparado às drogas, álcool e cigarro, pois seu consumo provoca tantos malefícios quantos estes. Estudos apontam que enfermidades psiquiátricas substanciais, distúrbios cardiovasculares e dores no corpo estão intimamente relacionadas ao consumo deste pó.

Além destes problemas, pesquisas apontam que o açúcar atua como descalcificante e desmineralizante dos ossos e dentes, gerando doenças como osteoporose, caries e problemas no crescimento.

Ademais, ele também desvitaminiza o corpo e deixa o metabolismo mais lento, sendo uma das causas de distúrbios glandulares, doenças oculares, diarreias crônicas, pressão alta, infecções, asmas, bronquites, leucemias, distonias neurovegetativas e problemas de pele. Ele também é o principal causador da diabetes.

Como a glicose do açúcar é rapidamente liberada para o sangue, se não aproveitada rapidamente pelo corpo através de atividades físicas. Acaba sendo estocado pelo corpo na forma de gordura, sendo o maior causador de obesidade no mundo.

Abaixo deixamos uma lista de malefícios associadas ao açúcar:

  • Aumenta os níveis de colesterol;
  • Agrava a gastrite;
  • Causa prisão de ventre;
  • Gera aumento do colesterol ruim;
  • Produz gordura no fígado;
  • Promove a pressão alta;
  • Diminui a memória;
  • Agrava casos de gota;
  • Causa miopia;
  • Gera trombose;
  • Diminui o rendimento no trabalho;
  • Faz surgir acne.

O açúcar também tem propriedade viciativa, tendo seus usuários crises de abstinência com enjoos, fraquezas, vertigens e tremores. Essa pequena e inofensiva molécula vicia tanto porque estimula a produção de um hormônio atrelado à sensação de bem-estar e prazer, fazendo o organismo sempre procurar esta substância para se sentir feliz. Dessa maneira, pode-se observar que o açúcar faz mal à saúde.

Alimentos ricos em açúcar

Os alimentos mais comuns e riquíssimos em açúcar são bolos, pudins, docinhos, pães doces, refrigerantes, sucos, chocolates, biscoitos, sorvetes, leite condensado e geleias. Apesar de poderem ser fabricados sem açúcar, costumeiramente são feitos com este ingrediente.

Como adoçar sem açúcar

Atualmente, existem diversos substitutos para o açúcar branco. Os mais comuns e naturais são a stévia, o xilitol, o eritritol, o matitol e a taumatina. Também existem adoçantes artificiais, mas também não são muito saudáveis. São eles o aspartame, ociclamato de sódio, a sacarina e a sucralose.

Apesar de existirem substitutos, o ideal é realizar o consumo dos produtos sem nenhum tipo de adoçante.

Recomendação de consumo de açúcar

Não há recomendação diária do consumo de açúcar branco. Deve-se evitar ao máximo sua ingestão, afinal, o corpo não precisa deste produto. Apesar de não haver recomendação de consumo, especialistas indicam que não é recomendável exceder a quantidade de 25 g de açúcar por dia, ou seja, uma colher de sopa cheia. Se, mesmo assim, decidir fazer o consumo do açúcar, opte por versões mais saudáveis como o mascavo ou o mel.