Benefícios da Carne de Frango para a saúde

O frango é a ave, e por consequência a carne branca, mais popular entre os brasileiros, que gostam de comê-lo cozido, frito, assado ou grelhado – nem é preciso dizer que é extremamente versátil na culinária.

carne de frango

Outras razões para essa preferência nacional é por ser uma opção bem barata de carne, além da fama de ser mais saudável que a carne vermelha no geral, e por ter menos gordura. Além disso, é um dos principais produtos que exportamos, o que também envolve falar de quais produtos são usados para fazê-lo criar mais carne, assunto que causa muita controvérsia.

Aqui, neste texto, falaremos dos benefícios da carne de frango, dos seus nutrientes, de quanto tempo a carne de frango pode ficar na geladeira, e daremos algumas receitas com carne de frango para você fazer em casa. Continue a leitura!

Propriedades da carne de frango

A carne de frango é considerada mais leve e, portanto, de mais fácil digestão, por ter menos gordura. Associando isso à quantidade de vitaminas e proteínas que possui, fica fácil explicar a sua fama de saudável. Vejamos as vitaminas.

Vitaminas da carne de frango

  • Ferro: sendo uma carne branca, ela contém menos ferro do que a do boi. No entanto, essa substância na carne de frango está concentrada nos miúdos, partes consideradas menos nobres e desprezadas por muitos brasileiros: fígado, coração e moela. Portanto, nunca mais jogue essas partes fora! O ferro é importante para o transporte do oxigênio que ocorre entre o sangue e as células, e sua falta pode provocar anemia e fadiga.
  • B3 (niacina): é a vitamina encontrada em maior quantidade na carne de frango, responsável pelo tratamento do colesterol e de outras gorduras no sangue. Com isso, ajuda a prevenir o câncer e doenças de mau funcionamento do cérebro, como o mal de Alzheimer, junto com o selênio.
  • B6: controla os níveis de açúcar no sangue, ajudando na saúde do coração e dos vasos sanguíneos. E, junto com as proteínas e a niacina, atua contra a fadiga e o desgaste no ânimo.
  • A: atua na pele, na regulação do funcionamento dos olhos e do crescimento do corpo, e previne infecções.
  • C: ajuda na absorção de minerais e fortalece o sistema imunológico.
  • D: encontrado também na luz do sol, este hormônio desempenha inúmeras funções no organismo: atua no sistema nervoso (tanto em funções de cognição e humor quanto no sistema motor), na formação e fortalecimento de ossos e dentes (junto com o cálcio) e sobre 270 genes e células do sistema cardiovascular.
  • K: melhora a coagulação sanguínea e tem função na saúde dos ossos e dentes.
  • E: vitamina responsável pela regeneração da pele.
  • Fósforo: é responsável por diversas funções: atua na formação de proteínas, que formarão os mais diversos órgãos do corpo; fortalece ossos, dentes, músculos e nosso sistema imunológico, desempenha funções nos sistemas nervoso e digestório, entre outras.
  • Zinco: é importante na gravidez, regenera as células, também protege contra doenças como Alzheimer, regula o funcionamento dos olhos (juntamente com a vitamina B3), entre outras funções.
  • Potássio: melhora o sistema nervoso e torna os ossos mais resistentes, entre várias outras funções.
  • Selênio: funções antioxidantes, isto é, de regeneração de células e combate dos radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce em tecidos e órgãos. Assim, previne doenças incapacitantes e rejuvenesce a pele. Também é uma vitamina muito importante para a tireoide.
  • Magnésio: atua sobre o funcionamento de mais de 300 tipos de enzimas.
  • Taurina: aminoácido que atua no metabolismo de lipídios (gorduras) e como transmissor metabólico, o que fortalece as contrações cardíacas e o faz ajudar a prevenir doenças cardiovasculares.
benefícios da carne de frango

Malefícios da carne de frango

Existe uma discussão científica sobre o uso dos chamados promotores de crescimento nas aves em geral para que desenvolvam mais carne em menos tempo. Apesar de os efeitos serem os mesmos dos hormônios, ambos não devem ser confundidos, porque os promotores de crescimento são produzidos pela indústria farmacêutica.

A questão é que estes produtos podem contribuir para a resistência de bactérias aos antibióticos, o que prejudica a cura de muitas doenças nas pessoas, além de potencializar o surgimento de versões mais fortes delas. Além disso, os criadores argumentam que a carne de frango hoje é mais saudável do que antigamente, por causa das rações dadas aos animais, que fazem com que suas carnes criem mais proteínas e vitaminas e menos gordura.

Além disso, se a carne de frango for consumida com pele, frita ou mergulhada em molhos gordurosos ou queijo, perde-se sua vantagem de ter muito menos gordura que a carne de boi. Para quem quer preservar este benefício, ela deve ser comida sem pele e cozida ou grelhada.

O corte considerado mais saudável é o peito (um dos preferidos dos brasileiros, junto com a coxa e a sobrecoxa). E, apesar de ter vitaminas que ajudam a controlar o mau colesterol e aumentar o HDL, que é o colesterol bom, tem praticamente a mesma quantidade de colesterol que a carne de boi. Isto é um paradoxo que alguns especialistas explicam assim: se a carne de frango não tivesse o colesterol ruim (LDL), também não poderia ter o bom colesterol para fornecer.

Portanto, pessoas com problemas cardiovasculares ou renais crônicos devem consultar um nutricionista para saber com que quantidade e frequência comê-la, respectivamente pela gordura e pelas proteínas.

Quanto tempo a carne de frango pode ficar na geladeira?

Esta é uma daquelas perguntas cuja primeira resposta sempre deve ser: “depende”. Se você acabou de chegar das compras, guarde imediatamente a carne de frango no congelador, depois de retirá-la da embalagem e colocá-la num recipiente. Temperá-la nessa hora é opcional, mas é mais uma dica para ajudá-la em sua conservação. De qualquer forma, se congelada, ela pode durar até seis meses. E nunca deve ser recongelada, porque isso provoca alterações na sua cor e textura.

nutrientes da carne de frango

Já numa geladeira comum, ela fica sem problemas entre três e cinco dias.

Receitas com carne de frango

Galinhada caipira na pressão

Ingredientes:

  • 1,5 kg de frango cortado nas juntas e temperado com sal e alho;
  • Meia xícara de chá de coentro picado;
  • 2 xícaras de chá de arroz parboilizado;
  • 1 xícara de chá de queijo coalhado picado;
  • 2 tabletes de caldo de galinha esfarelados;
  • 1 lata de milho escorrido;
  • Meia xícara de chá de pimentão verde picado;
  • 1 colher de sopa de colorau;
  • 1 lata de molho de tomate;
  • 250ml de leite;
  • 500ml de água;
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo:

  • Coloque os ingredientes na panela de pressão, seguindo a ordem estabelecida (é muito importante que assim seja).
  • Tampe e leve ao fogo alto até começar a chiar.
  • Abaixe o fogo para médio e conte 15 minutos.
  • Deixe em repouso por 20 minutos, e só depois disso abra a panela para servir.

Filé de frango assado com coco ralado, cúrcuma e pimenta preta

Ingredientes:

  • 6 filés de frango pequenos (50g cada);
  • 3 colheres cheias de sopa de coco ralado sem açúcar;
  • 3 xicaras de café de água filtrada;
  • 3 colheres rasas de sopa de azeite extravirgem;
  • 1 colher de sopa de cúrcuma (açafrão-da-terra);
  • 2 pitadas de pimenta preta;
  • 1 colher de chá de sal ou sal de ervas.

Modo de preparo:

  • Bata no liquidificador o coco ralado, a água, o azeite, a cúrcuma, a pimenta e o sal.
  • Coloque os filés de frango em uma travessa sem que eles fiquem sobrepostos.
  • Regue a mistura do liquidificador sobre os filés.
  • Leve ao forno pré-aquecido a 180°C por cerca de 30 a 40 minutos.