Benefícios do Óleo de Coco para a saúde

Nos últimos tempos, o óleo de coco se tornou muito popular entre o público que deseja fazer substituições saudáveis na sua alimentação. Entretanto, há a necessidade de termos cautela na sua utilização, pois nem sempre ela pode trazer benefícios para a nossa saúde.

Este óleo, que é muito utilizado para a fabricação de produtos industriais, como xampus, condicionadores, cremes e alguns alimentos, tem sido alvo de questionamentos a respeito de seus efeitos positivos. Sendo assim, existem alguns mitos que precisam ser desvendados e conhecidos pela população.

Benefícios do óleo de coco

Há quem diga que o óleo de coco faz bem para a imunidade, é benéfico para a nossa saúde cardiovascular e tem ação antibacteriana. Entretanto, a recomendação da sociedade brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEN) é de que o óleo de coco não seja usado para estes fins.

Na hora de cozinhar, prefira outros óleos. O óleo de coco pode ser maléfico para a sua saúde cardiovascular, pois ele aumenta o colesterol ruim. O óleo de coco também pode trazer malefícios quando utilizado por pessoas com obesidade, não sendo recomendado a sua utilização neste caso.

Propriedades do óleo de coco

As propriedades conhecidas do óleo de coco, como seu possível auxílio no emagrecimento, ainda não foram comprovadas. Há diversas pesquisas sendo feitas a respeito do tema, entretanto, até momento, nenhuma delas foi aceita pelas autoridades de saúde como conclusiva.

Nutrientes do óleo de coco

O óleo de coco é composto em sua maioria por lipídios como: gorduras polinsaturadas, monoinsturadas e saturadas, estando os seus nutrientes presentes em menor quantidade, sendo elas a vitamina E e o ferro.

A vitamina E é muito conhecida pelo seu poder antioxidante, responsável pela prevenção do envelhecimento. Entretanto, ainda não é possível dizer se o óleo de coco pode ser usado na prevenção do envelhecimento precoce.

O ferro é um dos nutrientes mais importantes para o nosso organismo, pois colabora para nos manter fortes e com disposição. Porém, as quantidades de ferro presentes no óleo de coco são baixas, logo ainda não se pode confirmar que ele tenha efeito significativo sobre nossa saúde.

Óleo de coco emagrece 

Segundo a Sociedades Brasileira de Nutrologia (SBAN), não há qualquer indício comprovado de que o óleo de coco possa auxiliar nos processos de emagrecimento. Sendo assim, é importante ressaltar que devemos ter cuidado com o consumo exagerado do óleo de coco e as dietas que o tratam como algo milagroso.

Como fazer óleo de coco

Fazer o óleo de coco é muito fácil. Entretanto, exige um pouco de calma e paciência no processo, que é longo. Veja a seguir os passos para fazer óleo de coco:

1. Com o auxílio de um martelo, bata no coco até que seja possível retirar sua água de dentro dele. Armazene a água em um pote para usarmos depois;

2. Quebre o coco ao meio;

3. Usando uma faca, retire a polpa do coco e a corte em pedaços pequenos;

4. Juntamente com a água que retiramos anteriormente, coloque a polpa do coco no liquidificador e bata até que sejam triturados;

5. Coe o líquido já batido: despeje-o em cima de um pano e vá torcendo para que o conteúdo seja coado;

6. Coloque o líquido em uma garrafa de plástico e armazene em um local seco e com sombra por 48 horas para que haja a separação natural do óleo e da água;

7. Após este período, coloque a garrafa na geladeira para que o óleo de coco fique duro;

8. Abra a garrafa e jogue a água fora. Sobrará apenas o óleo de coco;

Por último, não se esqueça de armazenar o óleo de coco em um pote de vidro para preservar as suas propriedades por mais tempo.

Óleo de coco hidrata a pele

Conhecido por seu alto poder hidratante, o óleo de coco em sua forma pura tem sido muito procurado para o tratamento de pele e cabelos. Entretanto, há controvérsias sobre o assunto. Suas propriedades hidratantes são mantidas apenas quando combinadas com os ingredientes certos. Devido a este fator, ele é encontrado em muitos produtos industriais, dos quais são elaborados cuidadosamente.

Quanto à sua utilização caseira, é necessário ter cuidado, pois ele pode gerar efeitos negativos quando usado sem a orientação de um dermatologista, por exemplo. Pode também causar o aumento das acnes em peles oleosas e danificar a raiz do cabelo.

Como usar o óleo de coco

Podemos usar o óleo de coco como hidratante facial ou capilar e nas preparações culinárias, entretanto, há a necessidade de cautela. Por ser um ingrediente que ainda está em estudo, dê preferência para utilizá-lo apenas quando houver a indicação de um profissional.

Para que serve o óleo de coco

O óleo de coco costuma servir como ingrediente na fabricação de produtos industrializados, como xampus, cremes para o cabelo e para o rosto, alimentos e até mesmo o diesel.

Na indústria alimentícia, o óleo de coco é cuidadosamente combinado com outros ingredientes para que possa ser utilizado na área da confeitaria. Uma de suas principais funções é a de substituição da manteiga de cacau. Por ele ter mais resistência à oxidação, acaba sendo uma ótima opção nestes casos.

Muitos acreditam que o óleo de coco possa ser utilizado para o tratamento de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer. É importante ressaltar que tal afirmação não passa de um mito propagado pela população leiga no assunto. Segundo as autoridades de saúde, não há nenhuma comprovação de que ele possua tal benefício.

Quanto a como o óleo de coco pode ser usado no nosso dia a dia, seja em dietas, ou como hidratante para a pele e cabelos, aconselha-se que haja a procura de um profissional para que possamos utilizá-lo com mais eficiência e sem prejudicar nossa saúde.